Home > Artigos > Quais as Principais Técnicas de Mapeamento 3D?

10-11-2023

Quais as Principais Técnicas de Mapeamento 3D?

Quais, Principais, Técnicas, Mapeamento, 3D


Na sequência dos vários artigos publicados sobre Mapeamento 3D, vejamos as principais técnicas disponíveis.


Importa referir que estas técnicas podem ser utilizadas de forma individual ou combinadas entre si. Tudo dependendo do tipo de mapa 3D necessário e da aplicação específica. Como habitual todas estas técnicas de Mapeamento 3D têm pontos fortes e limitações e a escolha da técnica dependerá de fatores como o nível de detalhe desejado e o tamanho e a complexidade do objeto ou ambiente que está a ser mapeado.

 

Scanner LiDAR

O mapeamento 3D Lidar é uma técnica que utiliza feixes de laser para medir distâncias e criar um modelo 3D do ambiente. O mapeamento Lidar 3D pode ser utilizado para planeamento urbano, construção e outras aplicações que exigem informações ambientais precisas e detalhadas.

 

Fotogrametria

A fotogrametria utiliza fotografias tiradas de diferentes ângulos para criar um modelo 3D de um objeto ou ambiente.

 

Deteção Remota / Varredura de Luz Estruturada

Esta técnica envolve projetar um padrão de luz num objeto e analisar a distorção do padrão para criar um modelo 3D.

 

Estereoscopia / Visão Estéreo

A visão estéreo utiliza duas câmeras para criar um modelo 3D de um objeto ou ambiente, comparando as imagens tiradas por duas câmaras.

 

Imagens de Tempo de Voo (TOF)

Esta técnica mede o tempo que um pulso de luz leva para viajar da câmera até o objeto e voltar para criar um modelo 3D.

 

Localização e Mapeamento Simultâneos (SLAM)

SLAM utiliza sensores e algoritmos para criar um mapa 3D de um ambiente e, ao mesmo tempo, determinar a posição do sensor nesse ambiente.

 

Mais artigos relacionados disponíveis: aqui!

 

👉 Follow @niuGIS