Home > Artigos > História da Deteção Remota - Fotografias Aéreas / Orbitais

27-07-2022

História da Deteção Remota - Fotografias Aéreas / Orbitais

História - Deteção - Remota - Fotografias - Aéreas - Orbitais


Na história da Deteção Remota são bem distintos dois períodos. Antes de depois da década de 60!


O primeiro medeia entre os anos de 1860 a 1960 e baseia-se no uso das fotografias aéreas, sendo o primeiro registro efetuado a partir de um balão. Tal técnica foi reproduzida e, sobretudo, melhorada durante os períodos de guerra.

 

Em 1960, os satélites tripulados forneceram as primeiras fotografias orbitais da Terra. Destaque para o satélite meteorológico da série TIROS que inicia o processo de registros sistemáticos de imagens da superfície terrestre.

 

Estes eventos marcam o começo do segundo período do desenvolvimento da Deteção Remota, caracterizado pela produção de grande variedade de imagens, registradas por sensores aerotransportados e orbitais.

 

No início da década de 80 a aplicação da Deteção Remota e a fotointerpretação começaram a ganhar ainda mais relevância como uma técnica eficaz no levantamento dos recursos naturais, pois o incremento da procura e a degradação dos mesmos, nas escalas local, regional e global conduziam à necessidade de mais planeamento no sentido dum maior uso sustentável dos recursos naturais existentes.

 

Hoje, as imagens de satélite, ainda mais que as fotografias aéreas fazem parte do nosso quotidiano. Estão em todos os meios de comunicação, nos jornais, televisão, internet, telemóveis, etc.

 

Destaque também para importância da Deteção Remota em estudos espaciais, não só no inventário dos objetos presentes na paisagem, mas também em estudos temporais - comparação do objeto estudado em momentos diferentes (momento 0, momento 1, momento 2, etc.).

 

Artigos Relacionados:

 

 

👉 Follow @niuGIS

RELACIONADAS


24-11-2021
Missão DART

Contacte-nos 214 213 262

Informações