Home > Artigos > Distinção entre Dados / Informação e Dados Espaciais / Geográficos

22-06-2022

Distinção entre Dados / Informação e Dados Espaciais / Geográficos

Distinção - Dados - Informação - Dados - Espaciais - Geográficos


Atualmente é indiscutível a importância dos SIG para auxiliar na compreensão e gestão do espaço terrestre. Mais do que recolher, armazenar, tratar, visualizar e imprimir dados espaciais num sistema de projeção geográfica, o SIG tem a capacidade de efetuar análise e modelagem espacial. Estas características fazem com que, mais do que uma tecnologia, os SIGs possam ser considerados como uma ciência de informação espacial.


Os SIG têm um amplo espectro de aplicação: no Ambiente, com a crescente preocupação de análise do impacto das ações humanas (mudanças climáticas, desertificação, monitorização de espécies vegetais e animais, contaminação de aquíferos e de solos); na Saúde, na monitorização da dispersão de doenças e no planeamento da instalação de novos postos de saúde; na Demografia, no estudo de dinâmica de populações e em muitas outras áreas.

 

Todavia, para proceder à sua aplicação há sempre a necessidade de obter dados o mais rigorosos possível. Assim sendo, vejamos as diferenças entre dados e informação e, mais concretamente, entre dados espaciais e dados geográficos.

 

Apesar de os conceitos dados e informação serem utilizados como sinónimos, na realidade não significam a mesma coisa. Dados é aquilo que se obtém através da observação, da medição e por inferência. Informação é produzida pela análise, organização e tratamento de grandes quantidades de dados. O principal papel de um SIG é precisamente converter dados em informação, ou seja, tornar grandes volumes de dados em informação útil e compreensível.

 

Dados espaciais não são necessariamente dados geográficos, sendo estes últimos os que maior utilidade têm num SIG. Os dados espaciais são assim designados quando têm uma implantação num plano espacial, mas não estão sujeitos a uma localização no espaço geográfico terrestre, ou seja, os dados espaciais, ao contrário do que acontece com os dados geográficos, não obedecem a uma referência global (datum) nem estão sujeitos a um sistema de projeção.

 

Os dados geográficos são, portanto, um caso particular de dados espaciais os quais contêm informação espacial georreferenciada. Na análise da qualidade de dados é, na maior parte dos casos, irrelevante a diferença entre dados espaciais e dados geográficos, no entanto, há muitas situações em que a qualidade dos dados faz toda a diferença se estes estiverem georreferenciados.

 

👉 Follow @niuGIS