VINAGRE CEBOLAS
Home > Artigos > Group on Earth Observations - Global Earth Observation System of Systems

03-12-2021

Group on Earth Observations - Global Earth Observation System of Systems

Group - Earth - Observations - Global - Earth - Observation - System - Systems - GEO - GEOSS


O Group on Earth Observations (GEO), em português Grupo de Observações da Terra, é uma parceria voluntária de mais de 100 governos nacionais e mais de 100 organizações participantes. Foi criado há mais de quinze anos atendendo à necessidade sentida de ter que existir uma maior cooperação internacional na plena exploração do potencial dos dados de observação da Terra para uma tomada de decisão informada. A organização vislumbra um futuro onde as decisões e ações para o benefício da humanidade são informadas por observações coordenadas, abrangentes e sustentadas da Terra.


O GEO alicerça-se numa rede global única que conecta instituições governamentais, instituições académicas e de investigação, fornecedoras de dados, empresas, engenheiros, cientistas e especialistas para criar soluções inovadoras para desafios globais num contexto de crescimento exponencial de dados, desenvolvimento humano e mudanças climáticas que transcendem as fronteiras territoriais e disciplinares. A colaboração global sem precedentes de especialistas ajuda a identificar lacunas e reduzir a duplicação de esforços nas áreas de desenvolvimento sustentável e gestão ambiental.

A comunidade GEO está a criar o Global Earth Observation System of Systems (GEOSS), em português Sistema Global de Sistemas de Observação da Terra, para melhor integrar sistemas de observação e partilhar dados conectando infraestruturas existentes e usando padrões comuns.

O GEOSS foi projetado para se tornar uma rede global de dados conectados, informações e outros conteúdos geograficamente referenciados de múltiplos fornecedores.

Este tipo de sistemas de observação interligados requerem padrões comuns de arquitetura e partilha de dados. A arquitetura de um sistema de observação da Terra refere-se à forma como os componentes são projetados para funcionarem como um todo. Cada componente GEOSS deve ser incluído no registro GEOSS e configurado para que possa comunicar com os outros sistemas participantes. Para que tal seja assegurado foram definidos padrões técnicos comuns para alcançar a interoperabilidade e coerência dos dados gerados a partir de diferentes fontes.

Para o bem-sucedido funcionamento do GEOSS, cada contribuição deve salvaguardar os princípios GEO de partilha de dados, que visam garantir a troca total e aberta de dados, metadados e produtos. Existem mais de 400 milhões de recursos de dados abertos no GEOSS, oriundos de mais de 150 fornecedores nacionais e regionais (NASA, ESA, WMO, …)

O uso de observações e informações coordenadas, abrangentes e sustentadas da Terra acessíveis através do GEOSS está concentrado em nove áreas de benefícios sociais - campos de atividades sociais para os quais o uso de dados de observação da Terra pode ser útil: Desastres, Saúde, Energia, Clima, Água, Tempo, Ecossistemas, Agricultura e Biodiversidade.

O Group on Earth Observations tem como principais objetivos:

  • Promoção de agricultura sustentável;
  • Conservação da biodiversidade;
  • Resposta às alterações climáticas e respetivos impactos;
  • Proteção contra catástrofes naturais e induzidas pelo homem;
  • Gestão de ecossistemas e recursos energéticos;
  • Compreensão das fontes ambientais de riscos para a saúde;
  • Proteção dos recursos de água;
  • Melhoramento nas previsões meteorológicas.

 

👉 Follow @niuGIS

RELACIONADAS


24-11-2021
Missão DART

Contacte-nos 214 213 262

Informações