VINAGRE CEBOLAS
Home > Informação > Uso de Drones para avaliar zonas suscetíveis de Movimentos de Massa

12-08-2021

Uso de Drones para avaliar zonas suscetíveis de Movimentos de Massa

Uso de Drones para avaliar zonas suscetíveis de Movimentos de Massa


Um movimento de massa pode ser definido como o movimento de descida, numa vertente, de uma massa de rocha ou solo. O centro de gravidade do material afetado progride para jusante e para o exterior. Os movimentos de massa incluem: desabamentos (quedas); tombamentos (balançamentos); deslizamentos (escorregamentos); expansões laterais; fluxos (escoadas).


Em Portugal estes fenómenos são geralmente desencadeados pela precipitação, por sismos ou por redefinição morfológica.

Os movimentos de massa ocorrem habitualmente em zonas de vertente consideradas como locais de desnível da topografia que, quando associadas a maiores declives e expostas a determinadas condições, são passíveis de causar danos em pessoas, bens e/ou no meio ambiente.

O uso desordenado do solo, principalmente nas áreas urbanas, tem provocado a intensificação e até mesmo o aparecimento de problemas ambientais relevantes, como os movimentos de massa em encostas. A adoção de medidas apropriadas é extremamente necessária para assegurar e controlar a ocupação racional destas áreas pelo homem.

A avaliação e a análise de risco constituem etapa fundamental para a adoção de políticas e medidas adequadas para a redução dos efeitos dos deslizamentos. Neste sentido, a Novageo com recurso às câmaras e tecnologia incorporada ao seu drone, desenvolveu um serviço de mapeamento digital de áreas de risco de deslizamentos de encostas que visa proporcionar mais um instrumento de apoio à tomada de decisões pró-ativas sobre esta matéria.

Uma das grandes vantagens de realizar um mapeamento digital de determinada área (levantamentos aéreos e geoprocessamento de imagens) é precisamente a definição de zonas suscetíveis a movimentos de massa em zonas de vertentes.

Após o levantamento de imagens aéreas com o drone (que confere uma medição precisa da superfície), é feito o processamento das imagens recolhidas e são gerados: o modelo digital de superfície e o modelo digital do terreno, e por consequente, o cálculo de declives e orientação de vertentes.

É com a conjugação destas métricas que são calculadas as zonas mais suscetíveis a movimentos de vertente, tornando assim os SIG, em mais uma ferramenta de apoio à decisão no âmbito do planeamento municipal de emergência.

RELACIONADAS


24-11-2021
Missão DART

Contacte-nos 214 213 262

Informações